Fevereiro Roxo: mês de conscientização sobre as doenças: lúpus, fibromialgia e mal de alzheimer

Mal de Alzheimer.

A campanha do Fevereiro Roxo foi criada em 2014, na cidade de Uberlândia (Minas Gerais) para conscientizar a população sobre três doenças sérias: fibromialgia, Alzheimer e lúpus. Seu lema é: “se não houver cura, que ao menos haja conforto”, aludindo à importância de proporcionar bem-estar aos portadores de doenças crônicas. O objetivo é permitir que os pacientes tenham uma maior qualidade de vida mesmo convivendo com alguma dessas condições. Essas três doenças não têm cura e a campanha serve para conscientizar a todos para a importância do diagnóstico correto e precoce.

Vamos saber um pouco mais sobre essas doenças.

Lúpus

Lúpus é uma doença rara autoimune, ou seja, o sistema imunológico reage contra as células da própria pessoa, causando danos internos (rins, pulmões, coração, cérebro e articulações) ou somente na pele. Para o diagnóstico do lúpus, tanto cutâneo quanto sistêmico, são necessários o quadro clínico característico, identificado pelo médico, e exames laboratoriais, como uma biópsia de pele e/ou a detecção de auto anticorpos específicos no exame de sangue. Os sintomas são diversos e se manifestam de formas diferentes de acordo com o órgão afetado. Os mais comuns são manchas avermelhadas na face, orelhas, decote e braços, dores fortes nas articulações, inflamações nas membranas que envolvem órgãos, problemas nos rins, cansaço e emagrecimento. A doença não tem cura, mas o tratamento assegura uma expectativa de vida semelhante a de um indivíduo sem a doença.

Fibromialgia

Trata-se de uma síndrome crônica que provoca dor generalizada e não tem causa definida, sendo uma das doenças reumatológicas mais frequentes. No Brasil, estima-se que 2,5% da população conviva com a doença, sendo que 90% dos afetados são mulheres. Mundialmente, ela afeta de 2% e 4% das pessoas, entre 30 e 55 anos. Outras agravantes da síndrome são depressão ou ansiedade, que atinge entre 30% e 50% dos pacientes. Além das dores generalizadas pelo corpo, os sintomas podem incluir ainda distúrbios de sono e intestinais, fadiga, dificuldade de concentração e falta de memória. Ainda não existe cura para essa condição, então o foco do tratamento é evitar a incapacidade física, amenizar os sintomas e melhorar a saúde de uma forma geral

Alzheimer

A doença de Alzheimer é uma enfermidade sem cura que se agrava ao longo do tempo, mas pode e deve ser tratada, segundo a Associação Brasileira de Alzheimer. Ela se apresenta como demência ou perda de funções cognitivas e é causada pela morte de células cerebrais. A maioria das pessoas acometidas desse mal está em idade mais avançada, geralmente a partir dos 70 anos. Porém, nos casos familiares, considera-se que a doença afete pessoas entre 45 e 55 anos. Embora o esquecimento seja o principal sintoma, ou talvez o mais conhecido, ele é apenas um dos fatores. Antes dele, podem aparecer alterações comportamentais, impacto significativo das funções diárias e distúrbios do sono. Assim como todas as doenças lembradas no fevereiro roxo, Alzheimer não tem cura. Isso porque também ainda não se sabe a causa exata do Alzheimer, que pode ter um componente genético. Sem causa definida nem cura, é difícil falar em prevenção, mas especialistas indicam cuidar da saúde como um todo e se prevenir de outras doenças, como hipertensão e diabetes.

Sobre a Apolo
A Apolo Transportes nasceu nos anos 50 quando grandes empresas se instalaram em Mogi Guaçu e região, iniciando com transporte de combustíveis e diversos. Atualmente nossa logística está  conectando clientes e parceiros de  diversos segmentos  importantes para economia do Brasil, como papel/celulose, químicos, petroquímicos, higiene e limpeza, mineração e alimentícios.
Contacte-nos

(19) 3851 6200
Fax: (19) 3851 6201

 

Av. Mogi Mirim, 1447 – Bairro Areião
Mogi Guaçu, SP – Brasil

Site desenvolvido por Nezz